A Nutren é uma empresa canadense bem situada no  Brasil e que produz fertilizantes à base de potássio. A crise internacional causada primeiro pela pandemia e agora pela Guerra da Ucrânia transformou o mercado internacional  do  setor de insumos, gases naturais e,  sobretudo, fertilizantes. Isto porque a Rússia é grande exportadora desta mercadoria, o que serviu para a Nutren sabiamente enxergar novas e boas oportunidades de expansão dos seus negócios.

Ela vai aumentar sua produção para 15 milhões de toneladas ao ano, um incremento de 10 % da média de sua geração de ativos. Para isto, irá aumentar sensivelmente a exploração de Potássio em terras brasileiras, bem como seu subsequente beneficiamento. O segundo semestre do ano nos dirá se a tática será bem sucedida, porque tudo vai depender dos reflexos do conflito na Europa Oriental e da crise econômica decorrente dele na Rússia.

Se a guerra durar menos tempo do que o previsto e Vladimir Putin for “perdoado” internacionalmente, a geração de fertilizantes não será um obstáculo ao setor do agronegócio e a avaliação da Nutren para aumentar seus negócios se mostrará precipitada. Do contrário, a empregabilidade e a geração de renda decorrentes da tática agressiva da empresa canadense serão uma consequência natural desta ousadia corporativa. E a economia  brasileira vai agradecer. São os reflexos positivos da guerra, por incrível  que pareça.

fonte:

https://www.canalrural.com.br/noticias/agricultura/fertilizantes-nutrien-planeja-elevar-producao-de-potassio/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.