Você sabe o que é o sorgo e para que serve? Sorghum bicolor é uma espécie de planta com flor pertencente à família Poaceae. O seu nome comum é sorgo, e é também chamado milho-zaburro no Brasil, mapira em Moçambique e massambala em Angola.

Saiba agora tudo sobre esse cereal.

O que é o sorgo

Ele é um cereal rico em ferro, zinco, proteínas, fibras e vitamina E. Ainda é fonte de fibras, antocianinas, ácidos fenólicos, taninos e amido resistente. Também contém compostos fenólicos com alta capacidade antioxidante.

Ele é o quinto cereal mais produzido no mundo, antecedido pelo trigo, o arroz, o milho e a cevada. Sempre foi muito utilizado para a alimentação animal, mas vem ganhando espaço nas mesas em todo o mundo por causa de suas propriedades nutricionais.

Seus grãos são úteis na produção de farinha para panificação, amido industrial, álcool e como forragem ou cobertura de solo.

Variedades de sorgo

Basicamente, existem quatro tipos dele – granífero, sacarino, vassoura e forrageiro.

Granífero

É um tipo de sorgo de porte baixo, altura de planta até 170cm, que produz na extremidade superior, uma panícula (cacho) compacta de grãos. Nesse tipo o produto principal é o grão. Todavia, após a colheita, como o resto da planta ainda se encontra verde, pode ser usada também como feno ou pastejo.

Sacarino

É um tipo de porte alto, altura de planta superior a dois metros, caracterizado, principalmente, por apresentar colmo doce e suculento como o da cana-de-açúcar. A panícula (cacho) é aberta e produz poucos grãos (sementes). Pode ser utilizado como sorgo forrageiro, na forma de silagem e de corte. Todo dessa categoria pode ser forrageiro.

Vassoura

É um tipo que apresenta como característica principal a panícula (cacho) na forma de vassoura. Tem importância regionalizada, principalmente no Rio Grande do Sul, onde é usado na fabricação de vassouras. É conhecido em algumas regiões do Brasil por melga.

Forrageiro

É do tipo de porte alto, altura de planta superior a dois metros, muitas folhas, panículas (cachos) abertas, com poucas sementes, elevada produção de forragem e adaptado ao Agreste e Sertão de Pernambuco. Existe sorgo forrageiro que possui colmo doce. Nesse caso, pode ser chamado também de sacarino.

Se quer saber como alugar silo para armazenar seus grãos, confira o artigo abaixo após essa leitura:

https://granmilho.com.br/alugar-silo-de-armazenagem/

A utilização do grão de sorgo

Em países da África, Ásia e América Central, ele é amplamente usado na forma de farinhas, para a dieta alimentar humana.

Também tem importância energética como ingrediente da alimentação animal nos Estados Unidos, na Austrália e na América do Sul. Além disso, ele é um componente da produção de bioetanol.

No que se refere à utilização do grão de sorgo são diversas as utilidades desta cultura no mundo, por exemplo:

  • Frango de corte e galinhas poedeiras: pode-se usa-lo sem tanino em até 100%;
  • Ração de suínos: pode ser utilizado em rações de leitões em recria (10 a 30 kg), sem prejudicar a digestibilidade dos nutrientes e o desempenho dos animais;
  • Alimentação bovina: pode ser usado em todas as categorias de bovinos, desde bezerros a bovinos adultos, seja em confinamento ou em regime de pastejo;
  • Ração para animais de estimação: ele não contém micotoxinas, é bem digerido por cães e gatos e, por isso, pode ser utilizado em rações;
  • Alimentação humana: o sorgo com tanino é bom para redução da obesidade, não contém glúten, e é fonte de fibra alimentar e de compostos fenólicos que são antioxidantes.

E aí, ficou claro o que é o sorgo e para que ele serve? Ele realmente tem muitas utilidades, não é mesmo?

Se você for produtor e quer auxílio para armazena-lo, vendê-lo ou até mesmo está começando e quer ajudar para planejar sua safra, entre em contato com a gente para ter todo o apoio necessário e evitar prejuízos.

Ligue: (34) 3662-5816 ou (34) 99311-1139 ou clique aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.