Para que serve a forragem? Primeiramente, é importante deixarmos claro sobre os dois significados dessa palavra em nosso meio. Ela serve para nos referirmos tanto para a alimentação de animais quanto para o revestimento do local onde os animais dormem e descansam, aqui daremos foco ao seu primeiro significado.

Quer ajuda pra plantar ou criar seu gado? Fale com um de nossos consultores clicando aqui.

Existem muitas espécies de plantas que podem ser utilizadas como pastagem para o gado.

Estas espécies se dividem de acordo com o período de desenvolvimento (inverno ou verão), quanto ao ciclo de vida (anual ou perene) e quanto à família botânica, sendo as mais utilizadas as gramíneas e as leguminosas.

Ao escolher uma espécie forrageira devemos considerar sua produtividade e qualidade nutritiva, e também sua adaptação ao clima e tipo de solo do local.

Quer saber um pouco mais sobre para que serva a forragem e qual a sua importância no campo?

O que é a forragem?

De maneira geral, forragem é, basicamente, todo alimento consumido pelo animal (gramíneas e leguminosas). Toda espécie de plantas ou partes de plantas, podendo ser verdes ou secas, utilizadas para alimentar os rebanhos de criação para consumo, por exemplo.

Ela pode vir misturada ou pura. Os componentes mais comuns da forragem são: alfafa, aveia, capim, centeio e farelos vegetais, adicionais as cocheiras e cochos ou apenas jogado ao solo para que os animais se alimentem livremente.

Para que serve a forragem?

Um ponto primordial que destaca a importância da forragem é a quantidade de cabeças de gado que existem no Brasil.

Para comentar, existem mais de 214,7 milhões de milhões de animais no território brasileiro.

Não é à toa que o pastejo seja considerado o recurso mais barato para fornecer alimento para grande quantidade do gado, com menor custo de produção possível, menor manejo dos animais, como a mão-de-obra e equipamentos mais acessíveis, e menor ocorrência de riscos possíveis.

A produção final em sistemas de pastejo é o efeito da combinação das eficiências, que se atinge em cada etapa do processo produtivo final. O manejo do pasto é, afinal, o que controla toda a eficiência geral do sistema de produção.

Sendo assim, fica visível que, quanto melhor a qualidade da forragem fornecida, muito mais o produtor vai conseguir tirar de cada hectare da sua propriedade.

Lembrando que o conceito de qualidade não significa apenas valor nutritivo (VN), ou concentração de nutrientes – os carboidratos e as proteínas – na forragem.

Essa definição de qualidade engloba também o próprio consumo da forragem, e para que haja consumo grandioso, além de bom VN, é necessário que haja boa oferta de forragem.

Ficou alguma dúvida de que para que serve a forragem? Deixe nos comentários que respondemos logo mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.