Há projeto de emenda à Constituição (PEC) considerado “Kamikaze”, porque em ano eleitoral concede uma série de benefícios para o setor rural sem observar os reflexos na arrecadação, tributos e dívida interna governamental.

 A PEC está em estudo em uma comissão especial da Câmara  dos Deputados, deliberada para este fim. Os deputados que a integram estão, neste momento, analisando seus destaques e sugestões de mudança. Depois, já vai para o plenário.

O governo tem pressa: faltam poucos meses para as eleições. É claro, a oposição quer travar o projeto ao máximo, preocupado com as mesmas eleições. Já ocorreram pedidos de adiamento e há uma ação na justiça tentando interromper a tramitação, que segue rápida apesar de tudo.

O problema que a série de benefícios criados pelo governo federal através da PEC e em proveito do setor agro cria uma série de gastos da ordem de mais de 30 bilhões de reais sem previsão orçamentária para tanto. O impacto deste rombo pode afetar toda a economia, muito embora a ajuda financeira prometida no projeto seja bem vinda no setor agro.

Considerada por opositores políticos compra institucionalizada de  votos, a PEC promete ajudar taxistas e caminhoneiros com bolsa combustível e aumenta o Auxílio Brasil,  além de subsidiar vale gás para famílias de baixa renda e subsidiar transporte público urbano e metropolitano  para idosos.

Os riscos econômicos decorrentes da tramitação da PEC já alteram o mercado financeiro,  porque aumentam o denominado “risco Brasil” – a análise da nossa credibilidade econômica lá fora. A Frente Parlamentar em Defesa dos Caminhoneiros Autônomos e Celetistas entrou com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender a tramitação da PEC.

Vamos continuar acompanhando esse assunto!

Quer ficar por dentro? Siga nossas redes sociais e nosso site: granmilho.com.br

fonte: https://www.canalrural.com.br/noticias/politica/texto-base-da-pec-kamikaze-e-aprovado-em-comissao-especial-na-camara/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.