Quais os tipos fertilizantes mais utilizados na agricultura? Eles são mesmo necessários?

Para plantar e colher é necessário ser meio “sócio” de São Pedro – como se brincava antigamente. O agricultor depende do clima, do solo, das águas e da luz, tudo ao mesmo tempo, junto e misturado.

Quer consultoria para te ajudar a planejar sua safra? Temos os melhores consultores agrícolas do mercado, clique aqui e fala com a gente.

Quando  o solo é pobre, ou mesmo quando não é, é possível melhorar a produtividade beneficiando-o, tornando-o mais rico em substâncias que lá adiante vão propiciar uma melhoria significativa na produção agrícola seja qual for a cultura de plantio implementada.

Vamos saber mais sobre os tipos de fertilizantes e como eles funcionam?

O que são os fertilizantes

A esta técnica de melhoria da qualidade do solo se dá o nome de “fertilização” – o que nos lembra a fertilidade, que permite nascimentos, de pessoas e plantas, e esta última é que nos interessa aqui.

O que fertiliza o solo é chamado “fertilizante”, nome que todos nós ouvimos falar o tempo todo. Mas o que eles são, afinal?

Eles são minerais ou orgânicos, e, em um ou outro caso, irão auxiliar no desenvolvimento das plantas cultivadas ao fornecer nutrientes necessários para a germinação mais prolífica no solo agricultável, beneficiando as folhas, sementes e frutos das espécies plantadas.

Os fertilizantes são importantes, também, para livrar as plantas agricultáveis de pragas e otimizar sua produção, barateando o preço da hortaliça ou grão junto ao consumidor final, na mesa de todo trabalhador e trabalhadora brasileiros.

Tipos de fertilizante

Falamos acima dos fertilizantes minerais e orgânicos. Os minerais são também chamados “inorgânicos”, porque não contém carbono em sua cadeia molecular (geralmente). Já os orgânicos podem ser naturais ou sintéticos.

Os minerais podem ser nitrogenados, fosfatados potássicos ou calcários, conforme sua composição química predominante seja nitrogênio, fósforo, potássio ou calcário.

Já os fertilizantes orgânicos podem ser simples ou mistos. Será simples quando de origem vegetal ou animal (adubo verde, esterco etc.), ou composto, em que há a combinação de diferentes nutrientes vegetais ou  animais orgânicos na mesma substância.

E há os fertilizantes organo-minerais, que misturam uns e outros, tudo  para o bem da economia e do meio ambiente!

Ficou claro como são e quais são os fertilizantes mais utilizados na agrícultura?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.