Os problemas de outros países afetam, sim, a nossa economia. Esta é uma das consequências da economia globalizada. Lembre-se, aqui, que o agronegócio vive não só da economia interna, mas de importações e exportações. Ou seja, vende e compra no mercado internacional, interagindo com outros países na aquisição de produtos e transferência de riquezas no que se convenciona chamar mercado externo.

Bem, com o conflito armado entre Rússia e a Ucrânia as consequências para a economia brasileira serão graves, dentro e fora do agronegócio.

Vamos entender como e por quê?

A inflação tende a aumentar, o dólar encolher e isso vai tornar menos convidativos o preço de nossos produtos no mercado internacional – é que eles vão ficar mais caros para os compradores de fora. O preço dos combustíveis, que vivem de insumos em dólar, curiosamente vai subir, mas por conta do barril de petróleo (que a Rússia exporta). A Rússia também exporta fertilizantes para o Brasil, que haverão de rarear com a guerra, tornando o nosso produto mais caro, aqui dentro e lá fora, porque a produção do agro também vai ficar mais dispendiosa.

Além do petróleo e do combustível, o gás natural e a inflação vão subir vertiginosamente, forçados, principalmente, pela escassez da produção do primeiro, que também vem em grande parte da Rússia e países bálticos direta e indiretamente envolvidos no possível conflito. Quanto à inflação, você já sabe: subiu petróleo, combustível e gás natural, caiu o dólar, a consequência é o aumento generalizado de preços, inclusive de insumos para  a agricultura.

O choque no preço dos alimentos seria inevitável, vítima do efeito cascata da economia. Quando há  este tipo de desnivelamento, cai o consumo e, via de consequência, a demanda. Vamos vender menos produtos agro também no mercado interno.

O preço direto de produtos e insumos utilizados no agronegócio e provenientes da Rússia ou da Ucrânia não se restringe aos fertilizantes. Compramos deles também cloreto de potássio, ureia e hulha. Se não houver escoamento da produção devido à guerra, haverá não somente aumento de preços, mas crise de desabastecimento dos insumos.

 A Rússia também vai comprar menos:é uma das maiores consumidoras da soja brasileira, café e açúcar de cana, que vão encalhar no silo e baixar de preço.               

Bem, toda guerra é um péssimo negócio, devido principalmente à perda de vidas humanas e à crise política e econômica que vem junto.  E infelizmente isso respinga em todo o planeta…Coisas do mundo globalizado!

É momento de planejamento! Conte com a Gran Milho!

fonte: https://www.mascontainer.com.br/conflito-entre-russia-e-ucrania-pode-impactar-cambio-e-agro-brasileiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.